Voltar para a página inicial
 

Os couros de jacaré são provenientes de criações de cativeiro fiscalizadas pelo IBAMA. Existem três espécies criadas no Brasil para fins comerciais: jacaré-do-Pantanal (Caiman crocodilus yacare), jacaré-tinga (Caiman crocodilus crocodilus) e jacaré-do-papo-amarelo (Caiman latirostris). As peles são processadas visando a utilização em bolsas, artefatos, vestuário e calçados. Os acabamentos são variados, desde os mais utilizados como mate (opaco), encerado e brilhoso caseina até os mais artesanais com efeitos metálicos, escovados, tie-die, etc. As cores variam conforme pedido de cada cliente, indicando a matiz a ser usada ou conforme nossa cartela. Também são utilizadas misturas numa mesma pele (efeito degradê e pinturas especiais).

 

TIPOS DE CORTE
O couro de jacaré é apresentado em dois tipos, diferenciando em desenho e forma, conforme a esfola do animal no abate:

 
 
Belly (esfolado pelo dorso).
Fica salientado o desenho da barriga, região mais macia da pele. Usado para bolsas, calçados e vestuário.
Horn Back (esfolado pelo ventre).
Neste corte são evidentes os desenhos das costas e a crista do rabo. Muito usado em botas estilo cowboy.
 
COTAÇÃO DO
COURO DE JACARÉ
A pele de jacaré é cotada por centímetro linear da largura total na região da barriga.
 
Veja nossa tabela de cores
de Couro de Jacaré
© 2007- Arte da Pele Desenvolvimento de Couros Exóticos Ltda - Luis Estevão bocchi
Todos os direitos reservados